Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Os caminhos de Eduardo Berliner

Eduardo Berliner apresentou sua produção visual na AMARELLO 27, na matéria Quem Somos, O Que Fazemos, Para Onde Vamos. Suas pinturas estamparam quatorze páginas da revista apresentando as incertezas e a potência de suas criações. Neste post, apresentamos uma seleção de trabalhos inéditos do artista acompanhados de um pequeno texto sobre sua obra.

Compartilhe

Carioca, de 1978, Eduardo Berliner encontra na pintura sua principal forma de expressão. Não há em sua escolha um desejo nostálgico, de recuperar valores de realeza antes quase que exclusivos da pintura no meio das artes plásticas. Sua escolha se dá pela potência visual que o meio lhe oferece, além da sua liberdade de criação, de transformar suas observações diárias em um mundo distópico, inquietante, único do artista.

As telas apresentadas neste post, produzidas recentemente pelo artista em seu ateliê no Botafogo, foram apresentadas pela primeira vez na última semana, durante a ArtRio. Um mundo de sonhos se mistura à união ficcional – e quase cirúrgica – de homens e animais, rostos desfigurados e uma presença marcante de cada pincelada, que libera os personagens do ambiente, mas não os torna neutros de forma alguma.

A inquietação contaminante de Berliner dá uma dimensão muito intensa a cada uma de suas obras. O desconforto e a fixação gerada por elas nos leva a questionar de que forma estas figuras nos interessam, quais instintos elas despertam e nos fazem entrar na obra do artista. Assim, cada uma dessas telas se transforma em um duplo convite, não só para explorar técnicas e significados criados por Berliner, mas também para uma viagem interna, aos mais internos de nossos desejos.

Compartilhe
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.