Karina Olsen e sua terra de referência: Hilma af Klint

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Karina Olsen e sua terra de referência: Hilma af Klint

 

por Karina Olsen
Altarbild, #1, grupo X, 1915 | Hilma af Klint
Brinco Farol, 2019 | Karina Olsen

A exposição “Mundos Possíveis, da pintora Hilma af Klint, foi muito marcante para mim. Lembro do exato momento em que entrei na sala da Pinacoteca e tive a sensação de tranquilidade e plenitude proporcionadas por suas telas. Eu não conhecia bem seu trabalho, mas a Antroposofia foi um assunto que sempre despertou meu interesse.

Durante a exposição, comecei a observar elementos da natureza, estruturas espirituais e terrenas, for- mas orgânicas e geométricas, cores – muitas cores –, e fui entrando em contato com meu lado mais espiritual, com que há tempo não me conectava.

Estava com minha mãe, sueca, que traduziu algumas frases dos quadros que não estavam nas legendas, como “o átomo tem a força dentro dele para romper a teimosia da matéria”, e isso deixou a exposição ainda mais especial.

Voltei para casa e tive vontade de passar adiante aquilo que senti. Assim nasceu esta peça da série inspirada na artista.

Este brinco chama-se Farol. Através das suas formas, cores, do poder das turmalinas, diamantes e metal, busquei tocar quem o usa da mesma maneira poderosa e delicada que a obra de Klint me tocou.

 


Originalmente publicado na edição Terra
Assine e receba a revista Amarello em casa
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar