Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

GUTO CARVALHO NETO

“A moda é antes de tudo uma entidade abstrata, capaz de materializar um corpo como presença, com todas as questões inerentes ao humano”.

O princípio era o tecido…

O fio que tece a obra do estilista baiano Guto Carvalhoneto, original do sertão, é alinhavado por sua trajetória cultural e estética.

Seu trabalho segue um ciclo pontuado pela poética sertaneja, num processo incessante de criação que não se restringe a sistemas ou regras de mercado. A roupa de Carvalhoneto trilha caminho próprio.

O ponto de partida do criador é o tecido, sempre nobre. Logo depois vem a forma, que conquista a supremacia da roupa em peças conceituais, geométricas e trazem a proposta de conforto aliado à estética. Suas coleções diferenciam-se pela poética, sensibilidade e olhar estético.

Por todo esse requinte autoral, Guto foi convidado a participar do Rio Moda Rio, em 2016. Foi sua estreia na passarela e a comemoração dos cinco anos da grife Guto Carvalhoneto.

Uma ode à estranheza

A quinta coleção de Guto Carvalho Neto, que foi para a passarela pela primeira vez no Rio Moda Rio 2016, expressa a força da identidade brasileira, numa pluralidade de referências, que vão do cangaço ao glamour da elite carioca nos anos 40.

Em cena, a visceralidade poética do sertão e a estética do lamento inspiram o “Primeiro Grito”, como foi nomeada a performance que o público viu na passarela.

Guto se propõe a problematizar a moda convencional, dialogando com paradoxos como delicadeza e agressividade, claro e obscuro: “No Brasil, o conceitual é massacrado. É fundamental abrirmos espaço para as subjetividades de cada um”.

Compartilhe
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.