Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Bordallo Pinheiro

Falando em Zé Povinho (é cada notícia no jornal), lembramos de um gênio: Bordallo Pinheiro.

Ele morreu em 1905, imagine, e seu nome continua até hoje, conhecido artista português pelas suas caricaturas, esculturas e cerâmicas!, quanta genialidade e beleza.

A história de Bordallo é tão longa, ele começa como artista plástico, se torna um caricaturista, perspicaz gozador da realidade portuguesa, cria este personagem, Zé Povinho (entre outros) e só em 1884 começa sua produção de cerâmicas na Fábrica de Faianças de Caldas Rainha, 132 anos na estrada.

Pois, Zé Povinho nasceu em Portugal. O gênio das cerâmicas artísticas foi antes um caricaturista que criou o personagem ícone no século XIX português. Zé Povinho era o povo, claro. A imagem do povo explorado e sofredor, mas sobretudo conformado com a sorte que lhe cabe. Um personagem de 1870, que continua sendo relembrado pelos cartunistas e fazendo muito sentido aqui na nossa colônia.

Uma curiosidade, Bordallo morou aqui na colônia, veio contribuir com o jornal “O Mosquito”, no Rio, mas quase se matou de saudade de Portugal (mesmo, quase se matou duas vezes!, no Rio). Não tivemos tempo de pesquisar exatamente o que aconteceu, é muita história sobre Bordallo, precisa sentar e ler um livro e outro, e a gente só queria colocar essa foto, uma cerâmica muito bonita, porque a realidade está feia.

+ a história de Bordallo Pinheiro

Compartilhe
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.