Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

AMARELLO COLABORADOR: Tatiana Blass

Tatiana Blass fala sobre seu trabalho desde que colaborou para a revista AMARELLO.

 

Em 2012, fiz uma residência artística no Gasworks, em Londres, onde fiz uma videoperformance “Hard Water”em que as roupas de duas atrizes estão presas a inúmeros fios que saem de carretéis colocados em ganchos nas paredes da sala ou soltos no chão. Conforme as atrizes se mexem, os fios se soltam e se emaranham, dificultando a movimentação delas. Também este ano fiz uma escultura com uma clarineta e bronze fundido, parte da série “Metade da fala no chão”, em que instrumentos musicais são emudecidos. Na exposição individual na Galeria Millan, um carro foi parcialmente enterrado, como se tivesse sido deglutido em nível pelo chão inclinado, perdendo sua função de mobilidade.

 

Em 2013, realizei a videoinstalação “Electrical Room” Electrical Room”, que ocupou dois espaços do Museum of Contemporary Art Denver. Em uma sala, centenas de fios elétricos estão plugados a tomadas espalhadas pelo espaço: paredes, teto e chão. Os fios atravessam uma parede e se conectam, em outro espaço, com uma pilha de equipamentos audiovisuais: computadores, televisores, rádios, amplificadores etc. Dez monitores exibem vídeos simultaneamente. Cada um deles apresenta um personagem diferente, que conversam entre si; como uma peça de teatro. Neste mesmo ano comecei a série de pinturas e esculturas intitulada ”Entrevista”. Nas pinturas, figuras humanas, equipamentos de filmagem (câmeras, refletores e microfones) e o ambiente em torno tornam-se um só corpo pictórico. As formas e cores não determinam um contorno, são ambíguas. Na escultura fundida em ferro, o olho da cabeça de quem filma se junta ao visor da câmera, e a boca de quem é filmado se conecta à sua lente. Também neste ano expus a escultura de cera “Coluna_Agachado”, em que uma coluna vertebral aparece conforme a cera derrete através do calor gerado pela resistência elétrica embaixo da chapa de latão.

 

Em 2016, fiz minha outra individual na Galeria Millan, chamada “A Desprofissão”, com vídeos e pinturas em guache sobre tela e papel.

Compartilhe
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.